Turismo na Maionese

Eu viajo na maionese. Pra começar, essa é uma grande gíria idosa. Já era velha quando eu era criança, agora então, é peça de antiquário. Mas eu uso porque pra mim não há nenhuma outra palavra ou expressão que suprima de maneira razoável essa peculiar experiência. Digo peculiar porque não se trata apenas de imaginar coisas inúteis, improváveis ou cientificamente duvidosas, mas também de procurar meios de sustentar essas coisas com argumentos cabíveis, tornando a coisa toda uma bosta colossal. E isso me aflige. Me incomoda porque as vezes, paranóicamente me sinto deslocado da normalidade a ponto de causar apreensão aos outros; tanto o é que evito sair viajando na maionese logo após conhecer alguma pessoa, é muito arriscado causar uma má impressão. Já imaginou essa pessoa virando as costas e sussurando que você viaja na maionese ?
Não, não é algo confortável. E como eu quero conforto, restringo os meus cruzeiros ao mundo da maionese. Constumo fazê-los sozinho ou na compania de uma fiel tripulação que curte aventuras inusitadas nessa terra fantástica que é a terra da maionese, esta que apesar de recriminada, sempre está no meu guia de destinos turísticos. Olha aí, já viajei denovo 😦

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s