À Beira da Falésia


Tem horas que eu me lembro

de uma série de vivências tão clássicas

de meu curso superior de humanidades

que tenho a impressão de ter ido à Sorbonne,

cinéfilo em tempos de Nouvelle Vague

Minhas memórias postas em “Os Sonhadores”

A gente correndo no Louvré de Band à part

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em catarse, poemas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s